Decidir tornar a sua marca num franchising é uma decisão estratégica importante e que terá um impacto muito elevado no negócio. Para isso, é fundamental conhecer as vantagens e desvantagens do franchising para o franchisador antes de se tornar um.

 

Vantagens do franchising para o franchisador

 

Quem se desejar tornar franchisador irá encontrar várias vantagens para a sua marca, nomeadamente:

  • A possibilidade da rápida expansão da marca no mercado internacional
  • O desenvolvimento e crescimento da marca é menos dispendioso pois é dividido entre o franchisador e franchisados
  • O fornecimento de grandes quantidades permite reduzir custos de produção
  • Verifica-se um fortalecimento da marca graças à sua expansão territorial
  • A notoriedade e imagem de marca atinge-se mais rapidamente
  • Há uma motivação extra por ver a sua marca expandir-se
  • Tem menos recursos humanos para dirigir diretamente

Desafios do franchising para o franchisador

 

No entanto, e como em todos os negócios, o franchisador poderá encontrar alguns desafios neste formato de negócio, tais como:

  • Despender tempo na criação de uma estrutura de apoio aos franchisados e às suas exigências
  • Gerir possíveis choques entre as direções das diferentes franquias
  • Enfrentar problemas de comunicação entre as empresas
  • Ter menor controlo sob a rede de distribuição
  • Selecionar um franchisado que possa não estar à altura das expectativas e que descredibilize a imagem da sua marca
  • Necessitar de capacidade de investimento em formação para atender ao fato de que os recursos necessários para um franchising internacional são diferentes de um franchising de contexto nacional