Apesar da situação de crise, uma pesquisa realizada com pela Eurofranquias revela que o interesse em morar e empreender em Portugal através das franquias se mantém entre os brasileiros, dos quais 40% tem cidadania europeia.

O portal Eurofranquias realiza periodicamente pesquisas junto da sua audiência para averiguar o interesse dos brasileiros em morar e empreender através das franquias em Portugal, o perfil e a situação imigratória em que se encontram. Com o ano de 2020 marcado pela situação pandémica e consequente crise económica mundial, resultando na desvalorização do real perante diversas moedas estrangeiras, esperava-se um arrefecimento na procura por franquias para investir em Portugal. 

No entanto, o que a pesquisa revelou surpreendeu positivamente. Muitos mantêm o seu interesse em morar em Portugal com a família ainda em 2021, procurando nas franquias uma forma de empreender e alcançar renda no novo país.

Quase 90% dos participantes encontram-se no Brasil. Destes, quase 35% pretende chegar a Portugal em 2021 e o restante pretende vir nos próximos anos. Mais de 50% já estão têm os seus vistos em andamento ou documento pronto, sendo que
aproximadamente 40% são cidadãos europeus. Ambos os grupos aguardam apenas a abertura do país.

Dos que se encontram em Portugal, 40% afirma procurar um negócio para abrir ainda em 2021, vendo nas franquias a oportunidade de menos risco num ambiente bastante incerto.

De todos os participantes, quase 30% participou da Feira de Franchising Online 2020 promovida pela APF no ano anterior.

No ano de 2021, o portal Eurofranquias obteve mais acesso de pessoas residentes em Portugal e outros países europeus como Alemanha, Itália e Espanha, procurando oportunidades de investir em franquia. Muitos, apesar de compreenderem o modelo de franchising, ainda trazem consigo referências das franquias brasileiras, ou seja, esperam obter dados financeiros e modelos de negócio com mais facilidade.

Também há interesse em marcas brasileiras já conhecidas previamente no Brasil e a tentativa de perceber quais são as marcas de destaque no mercado português.