A RE/MAX fechou o ano de 2018 com um volume de transações na ordem dos 4,36 mil milhões de euros, relativos a 62.287 transações, 79% das quais de compra e venda de imóveis.

Numa altura em que o setor imobiliário português continua com uma enorme vitalidade, são os portugueses quem mais estão a adquirir ou a arrendar casa. Os clientes nacionais representaram 84% das transações da RE/MAX. Os brasileiros são os que apostam cada vez mais em imobiliário em território português, sendo pelo segundo ano consecutivo a nacionalidade que mais negoceia com a mediadora.

Outro dos destaques de 2018 é o incremento na ordem dos 21,5% no número de agentes RE/MAX em atividade, passando de 6.126, em 2017, para um total de 7.443 no ano passado. “2018 foi mais um ano determinante para o setor imobiliário português e para a RE/MAX como líder de mercado.

Além da vitalidade que representa para a economia nacional, com os portugueses a dominarem a aquisição de imóveis, destaque também para o crescimento da rede de agentes. Hoje são já 312 agências RE/MAX e 7.443 agentes, com formação no setor, que garantem uma cada vez maior especialização.”, afirma Beatriz Rubio, CEO da RE/MAX.

Tem interesse em abrir um franchising RE/MAX? Contacte-nos para o ajudarmos no processo!