Líder no setor das obras residenciais em Portugal, a rede de franchising MELOM e Querido Mudei a Casa Obras (QMACO), finalizou o ano de 2021 com uma faturação na ordem dos 40 milhões euros (M€), mais 31,1% face a 2020, que se explica pela tendência de obras em casa impulsionada pela pandemia. Os dados mostram que foi elevado o volume de pedidos de obra de ambas as insígnias, principalmente ao nível da remodelação geral e pequenas intervenções. A zona Sul do país foi a que liderou, com um crescimento exponencial de vários indicadores: 122,8% nos pedidos de obras (23.755), 400,5% nas adjudicações (8.818) e 51,1% na faturação (27,2 M€), face ao período homólogo.

Os resultados mostram que em 2021 as insígnias alcançaram um forte incremento (132,2%) no número total de pedidos de obra (45.631), quando comparado com 2020 (19.653). Também o número de orçamentos entregues pelas marcas cresceu exponencialmente (218%), com um recorde de 230 milhões de euros orçamentados. Outro dos destaques de 2021 é o valor médio de faturação por franchisado que aumentou 64,8%, fruto de uma maior maturidade da rede. Registo também para a abertura, no ano passado, de 41 novas unidades em território nacional, sendo 13 novas unidades MELOM e 28 da insígnia QMACO.

As pequenas intervenções ao nível de trabalhos de canalização, assim como a remodelação geral, mantêm-se no topo das prioridades no que diz respeito ao tipo de obras mais solicitados pelos portugueses, com a MELOM e QMACO a registarem no ano passado um grande volume de pedidos de intervenção nas habitações, principalmente para a renovação de áreas técnicas, cozinhas e casas de banho, aquelas com maior desgaste e que requerem mais manutenção. Destaque ainda para a procura por remodelações de zonas exteriores, como varandas, terraços e jardins, resultado do contexto pandémico. Os restantes tipos de obra que fecham o top 5 dos mais requeridos em 2021 foram pequenas intervenções (pintura, bricolage, instalações e pavimentos). Quanto ao valor médio de obra para pequenas intervenções foi 5.169 euros. Já o valor médio de obra para grandes intervenções fixou-se em 28.861 euros, um acréscimo de 88% em relação a 2020, em que o valor médio de obras de maior dimensão foi 15.348 euros.

Segundo João Carvalho, co-fundador da MELOM, “Os resultados de 2021 da MELOM e do Querido Mudei a Casa Obras são bastante animadores e traduzem toda vitalidade das marcas, mas sobretudo do setor. O balanço é muito positivo ao nível das adjudicações, o que denota bem a confiança dos clientes na qualidade dos serviços prestados pelos nossos franchisados, quer em pedidos de pequenas ou grandes intervenções. Os indicadores mostram, assim, uma forte procura por obras residenciais, na qual a pandemia funcionou como catalisador ao contribuir para uma diferente perceção da casa, apenas abrandado pela escassez de mão-de- obra e algumas ruturas nas matérias-primas.”

O responsável acrescenta ainda que “As previsões para este ano passam por continuar a crescer e reforçar a liderança das nossas insígnias no setor das obras residenciais em Portugal, bem como apoiar os portugueses a melhorarem a qualidade de vida nas suas casas. Outro dos objetivos traçados para 2022, que vai de encontro à questão da escassez de mão-de-obra, assenta em reforçar o nosso projeto da academia de profissionais do setor, que forma novos profissionais da construção civil, assegurando-lhes formação e depois a integração destes numa rede de apoio ao arranque das suas empresas.”

Sobre a MELOM:

A MELOM é uma marca portuguesa fundada em 2010, líder nas áreas da reabilitação e construção de imóveis. Pioneira no setor reúne sob a mesma insígnia serviços especializados em áreas como a arquitetura, engenharia, carpintaria, serralharia, pintura, pavimentos, canalização e vidros, entre outros, traz ao setor das obras em casa inovação, tecnologia e rigor.

Entre 2011 e 2017 foi distinguida com seis prémios, quatro dos quais de franchising (start-up do ano, inovação, inovação produto/serviço e expansão) e de 2016 a 2021 conquistou o Marktest Reputation Index na categoria obras em casa. Mais recentemente foi eleita pelo terceiro ano consecutivo a marca no1 na Escolha do Consumidor, na categoria “Obras e Remodelação de Imóveis” e conquistou, na mesma categoria, o Prémio Cinco Estrelas, pelo quinto ano consecutivo.