A Interdomicilio, rede multinacional de franchising, especializada em serviços integrais ao domicílio, como serviços domésticos e cuidados assistenciais a idosos e crianças, acaba de realizar uma convenção em Coimbra, na qual apresentou os resultados do de 2021 e traçou eixos estratégicos para 2022.

No ano passado, a rede portuguesa apresentou um crescimento do volume de negócios de 26%, face a 2020, contribuindo, desta forma, para superar os 10 milhões de euros de faturação que a marca de serviços domésticos e cuidados assistenciais obteve, no ano anterior, na Península Ibérica.

Estes resultados refletem a robustez do modelo de negócio, a resiliência e qualidade de serviço da rede, bem como a crescente procura que este tipo de serviço regista junto das famílias.

Apesar da incerteza existente no início do ano, fruto da crise sanitária que ainda se vive, a Interdomicilio alcançou excelentes resultados em 2021, seguindo assim a consolidação das operações da marca num mercado que desperta cada vez mais atratividade para os empreendedores portugueses.

Neste evento, para além dos indicadores de negócio e operação, foram também apresentados os principais vetores de investimento da marca para 2022, com uma forte tendência para a automatização e digitalização de processos, formação de recursos humanos, melhoria da qualidade de serviço e reputação e notoriedade de marca.

2021 ficou ainda marcado pela expansão da marca ao centro do país, com a implantação de uma nova unidade em Coimbra, onde a equipa Interdomicilio Portugal voltou a reunir-se, em formato presencial, para o seu encontro anual de quadros de gestão.

Segundo Hélder João, CEO da rede de franchising em Portugal, “este tipo de ações, em particular, quando realizadas em contexto presencial, para além de nos permitirem momentos exclusivos de reflexão sobre o próprio negócio, tornam-se igualmente excelentes momentos de confraternização e de troca de ideias entre colegas que nos permitem encontrar soluções e novos objetivos para continuarmos a melhorar e a crescer”.